top of page
  • Foto do escritorcontato418428

Picolé de leite materno para amenizar a dor do nascimento dos dentinhos



Os dentinhos do seu bebê estão nascendo? Ah, essa realmente pode ser uma época complicada! Geralmente, os primeiros dentinhos da criança começam a nascer quando ela deixa de se alimentar exclusivamente pelo leite da mãe e, portanto, é um marco importante do seu desenvolvimento. É esperado que a primeira dentição se inicie entre os 6 e os 9 meses de vida, mas pode ser que, em alguns casos, o bebê tenha completado um aninho e ainda não tenha nascido nenhum dente. Porém, isso deve ser avaliado pelo pediatra e também pelo dentista.

Os chamados “dentes de leite”, que fazem parte a primeira dentição, são compostos por 20 dentinhos, 10 em cima e 10 em baixo, e devem estar completos até os 5 anos de idade. A partir de então, já se inicia o processo da troca dos dentes, quando estes começam a cair para dar espaço aos dentes permanentes. Nessa segunda dentição é que aparecem os dentes molares, que ficam no fundo da boca.


QUAIS SÃO OS DENTES QUE NASCEM PRIMEIRO?

Como dissemos antes, é esperado que os primeiros dentinhos apontem a partir dos 6 meses de vida, e a ordem de nascimentos é:


•    6-12 meses - Dentes incisivos inferiores;

•    7-10 meses - Dentes incisivos superiores;

•    9-12 meses - Dentes laterais superiores e inferiores;

•    12-18 meses - Primeiros molares superiores e inferiores;

•    18-24 meses - Caninos superiores e inferiores;

•    24-30 meses - Segundos molares inferiores e superiores.

Os incisivos são os “dentes da frente” e são responsáveis por cortar os alimentos, os caninos são responsáveis por furar e rasgar os alimentos e os molares por esmagar os alimentos. No entanto, a ordem de nascimento dos dentes vai depender da alteração alimentar e nutricional e do tipo de consistência do alimento dado ao bebê.

E QUAIS OS SINTOMAS EU DEVO FICAR ATENTO?

Um bebê irritado, com certeza! A erupção dos dentes do bebê causa, principalmente, dor nas gengivas e inchaço. Isso leva a uma dificuldade de se alimentar, uma produção excessiva de saliva e faz com que o bebê coloque tudo o que vê na boca, seja objetos ou os dedinhos. Além disso, é importante destacar que essa fase também pode ser acompanhada de diarreia, infecções respiratórias e febre. No entanto, isso não está relacionado diretamente ao nascimento dos dentes, e sim com a mudança alimentar da criança.


QUE HISTÓRIA É ESSA DE PICOLÉ DE LEITE MATERNO, ENTÃO?

Essa é uma dica inusitada que pode ser de grande ajuda para o bebê durante esse momento. É que o frio faz com que os vasos sanguíneos se contraiam, reduzindo o inchaço da gengiva e ajudando a diminuir a inflamação e o mal-estar. Assim, o picolé de leite materno é uma boa forma de aliviar a dor do nascimento dos dentes do bebê e de nutri-lo ao mesmo tempo. Portanto, para fazer o picolé deve-se:


•    Lavar bem as mãos com água e sabão e limpar as aréolas;

•    Desprezar os primeiros jatos de leite;

•    Retirar o leite e colocá-lo em um recipiente esterilizado;

•    Tampar o recipiente e colocá-lo numa bacia com água fria e pedrinhas de gelo por cerca de 2 minutos;

•    Colocar o recipiente no freezer, por até, no máximo, 15 dias.

É importante deixar claro que o picolé jamais deve substituir a amamentação e só deve ser utilizada até 2 vezes por dia. Além disso, o bebê pode ser alimentado com outras comidinhas frias, como maçã ou cenoura frias, cortadas em formato grande para que não engasgue de maneira que ele consiga segurar, mas isso deve ser feito sob vigilância. Por último, uma outra dica é deixar o bebê roer um anel de dentição apropriado.


Gostou da dica? Então fica atento que sempre trazemos conteúdos informativos para a saúde da sua família!


VACINAR faz bem!


Fonte:

Drª. Beatriz Beltrame, Pediatra, Tua Saúde, “Primeiros dentes do bebê: quando nascem e quantos são”. Disponível em:

https://www.tuasaude.com/dentes-do-bebe/

2.997 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page