top of page
  • Foto do escritorcontato418428

Saiba como lidar com as REAÇÕES das vacinas


Nós sabemos que muitas mamães e papais ficam aflitos na semana de vacinação dos seus filhos, principalmente pelo medo das reações às vacinas.

A verdade é que qualquer vacina pode causar efeitos colaterais, entretanto, todas elas são continuamente monitoradas para garantir a sua segurança.


Algumas leves reações são comuns a grande maioria das vacinas e os pais só precisam fazer o monitoramento da situação. Mas, raras reações requerem atenção médica imediata e é preciso saber quais são elas.


Como você, pai, mãe ou cuidador, deve lidar com as reações às vacinas dos pequenos? Segue a leitura, nós vamos te mostrar.


Quais reações devem ser esperadas?

Algumas reações são comuns após 1 a 2 dias da vacinação, são elas:

  • Febre abaixo de 38,5 ºC que não dura muito tempo;

  • No local onde a vacina foi aplicada, é comum ficar dolorido, vermelho, quente e inchado. É possível ainda formar um carocinho pequeno e duro que dura por algumas semanas;

  • O bebê pode ficar mais inquieto ou sonolento.


Para as reações descritas acima, você pode ajudar das seguintes formas:

  • Não coloque muitas roupas se o bebê estiver com calor;

  • O bebê precisa de colo, amamente com mais frequência;

  • Se perceber que o bebê está inquieto devido à dor local, coloque um pano úmido frio.

  • Alguns medicamentos podem ser utilizados em caso de dor ou febre, mas, é importante que sejam liberados pelo pediatra.


Quais reações requerem atenção médica?


Como dito anteriormente, em raras ocasiões pode haver alguma reação mais severa que precise ser melhor monitorada, são elas:


  • Anafilaxia: é uma reação alérgica grave que geralmente ocorre em até 15 minutos após a vacinação. Alguns sinais de anafilaxia, incluem: vermelhidão na pele, inchaço, tosse persistente e dificuldade respiratória.

  • Convulsão: crianças com idade de 1 a 3 anos são mais propensas à convulsão quando tem febre alta, seja febre decorrente de infecções ou vacinas. Quando a convulsão ocorre, normalmente dura cerca de 20 segundos.


No caso de anafilaxia ou convulsão, deve-se procurar ajuda médica imediatamente.


Quais os possíveis efeitos das vacinas da COVID-19 em crianças?


A única forma de prevenção a COVID-19 é a vacinação e, ainda bem, as vacinas foram liberadas para crianças de 3 a 5 anos de idade.


No caso da vacina contra o novo coronavírus, as crianças parecem ter os efeitos colaterais semelhantes aos adultos, são eles:


  • No local da injeção: dor, vermelhidão e inchaço;

  • Febre;

  • Arrepios;

  • Náusea e vômito;

  • Sonolência;

  • Perda de apetite.


Esses efeitos normalmente cessam após dois dias da vacinação.


Para se sentir ainda mais seguro com a vacinação, vacine seu filho em clínicas de vacinação especializada.


A Vacinar tem um atendimento humanizado e acolhedor e, por isso, utiliza recursos para diminuir a dor durante a vacinação. Nossa infraestrutura é de alto padrão para garantir a manutenção das vacinas e a segurança das mesmas. Nós contamos ainda com uma equipe formada por profissionais com grande experiência na área de imunização.


Conte com a Vacinar para cuidar daqueles que você mais ama! Clique AQUI e veja todas as vacinas oferecidas.


Se tiver qualquer dúvida ou preocupação sobre uma vacina, converse com o médico do seu pequeno.


♡ Vacinar faz bem!


13 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page